Líder do PT defende retorno de Dilma após gravações de Jucá: “Tem que voltar”

A política brasileira ganhou mais um polêmico episódio com a divulgação de gravações em que o ministro do Planejamento, Romero Jucá (PMDB-RR), apoia um pacto para atrapalhar o andamento da Operação Lava Jato.

Durante entrevista a Zé Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta segunda-feira (23), o líder do PT na Câmara dos Deputados Afonso Florence, voltou a defender o retorno da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) ao cargo. “[Ela] tem condições sim de voltar a governar o país”, afirmou.

De acordo com o deputado, Dilma decidirá sobre a realização ou não de novas eleições, caso retome o poder. “Se [Dilma] achar por bem, para restabelecer a paz social, convocar a eleição é uma prerrogativa dela. Mas, a democracia garante que quem escolhe é o povo. Não tem motivo nenhum para tirar ela. Tem que respeitar a vontade do povo. Ela tem que voltar, porque é o certo. A minha posição é respeitar a legislação e garantir o combate à corrupção. Dilma tem que voltar garantindo a continuidade da investigação, mesmo que seja contra o governo dela”, finalizou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Do Metro1