Renan Calheiros não vê chances de Dilma voltar ao poder, diz jornal

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), revelou a aliados próximos que não acredita nas chances de a presidente afastada Dilma Rousseff retomar ao cargo. Para o presidente da Casa, mesmo que o presidente interino Michel Temer faça um governo “tortuoso”, a petista não conseguiria se reerguer.

De acordo com o jornal ‘Folha de S. Paulo’, Renan Calheiros foi considerado como o “último bastião” do governo Dilma e só se afastou da presidente nos últimos minutos antes do afastamento.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em contrapartida ao afastamento da presidente, uma aproximação entre Renan e Temer tem sido observada pelos aliados. Ainda que discreta, a aproximação entre os dois não passou despercebida. Desafetos históricos dentro do PMDB, Renan encontrou-se pela primeira vez com Temer para uma reunião no Planalto.

O presidente interino vai precisar, neste momento, da aliança com Renan para aprovar medidas importantes na Casa. Ainda segundo o jornal, a mais imperativa destas medidas é a mudança na meta fiscal, que precisa ser votada até o dia 22 deste mês, senão o governo terá que fazer um corte emergencial.