Em congresso, bancários propõem plebiscito sobre eventual eleição presidencial

congress-bancariosO 12º  Congresso dos Bancários da Bahia, ocorrido nesse fim de semana, em Salvador, reuniu mais de 500 trabalhadores de todas as regiões do Estado, no maior evento já realizado pela categoria. O jornalista Paulo Henrique Amorim realizou palestra de abertura sobre a conjuntura política, na primeira atividade dos movimentos sociais após afastamento da Presidente Dilma.

Por unanimidade foi aprovada a criação de um Comitê Permanente em Defesa da Democracia e contra o golpe. Outra proposta deliberada no evento foi a de realização de um plebiscito para consultar a população sobre eventual antecipação das eleições.

“Em meio às ameaças à democracia e aos direitos dos trabalhadores, acreditamos que o povo deve ser consultado sobre os destinos do país. Não podemos referendar o governo ilegítimo do Temer, que apresenta em seu programa uma série de ameaças às conquistas sociais. Quem tem medo da antecipação das eleições?”, indaga Augusto Vasconcelos, Presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Entre as resoluções, os bancários ainda aprovaram propostas específicas para as negociações a serem realizadas com cada banco. Entre os itens apreciados, merecem destaque, a defesa do emprego, combate à terceirização, segurança, saúde, condições de trabalho, contratações e questões salariais.