Vitória volta a ter atuação apagada e é goleado pelo Santa na estreia da Série A

ecvitoriaimageDiante de um dos adversários do ‘seu nível’ na elite do futebol brasileiro, o Vitória mostrou que ainda tem muito a evoluir nesta disputa de Série A.

Na estreia da competição, o rubro-negro foi presa fácil para o Santa Cruz na manhã/tarde deste domingo (15), em horário indigesto escolhido pela CBF para o confronto, que terminou com goleada dos donos da casa por 4 a 1, gols do experiente Grafite, Fernando Gabriel e Keno para o tricolor, com Kieza descontando para o Leão.

O rubro-negro acumula três jogos sem vencer, desde que bateu o rival Bahia no primeiro duelo pela final do Baianão. De lá para cá, o Leão acabou sendo derrotado no jogo de volta diante dos tricolores e empatando com a Portuguesa, que disputa a segunda divisão do Campeonato Paulista.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Após a derrota no Recife, a equipe comandada por Vágner Mancini dá um tempo no Brasileirão para atuar pela Copa do Brasil, contra a Portuguesa, na próxima quarta-feira (19).

O jogo

Logo aos dois minutos de bola rolando, a defesa do Vitória mostrou que teria problemas para tentar parar o experiente Grafite. O centroavante recebeu passe nas costas dos zagueiros e ficou de cara com o gol, driblou Fernando Miguel e foi derrubado, mas a arbitragem apontou impedimento no lance.

A resposta rubro-negra veio aos seis minutos, com Kieza antecipado cruzamento vindo da direita, mas a bola passou para fora.

O Leão até conseguiu igualar as ações no meio campo, e teve outra boa chance aos 18 minutos, após Kieza ganhar a bola dentro da área, Leandro Domingues ficou de cara com o gol, mas errou no domínio, em bola que poderia ter finalizado.

A partir daí, o Santa passou a ter o domínio do jogo, com o Vitória cometendo erros de marcação em sequência. O castigo veio aos 28, com Grafite driblando toda a defesa rubro-negra antes de bater na saída de Fernando Miguel: Santa Cruz 1 a 0.

Antes do fim do fim da primeira etapa, o Santa ainda teve tranqüilidade para ampliar, aos 43. Grafite recebeu cruzamento na área, e livre de marcação cabeceou para vencer o goleiro do Leão mais uma vez: Santa 2 a 0.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o Vitória ainda chegou a tentar pressionar a saída de bola dos pernambucanos, mas seguiu com pouca criatividade.

O rubro-negro chegou bem ao ataque aos 18, com Tiago Real dominando e limpando jogada de frente para área, e Amaral batendo para o gol, mas a bola passou para fora.

Aos 34, Kieza chegou a dar esperança ao time ao diminuir a diferença. O K9 aproveitou rebote dentro da área e completou para as redes: Santa Cruz 2 x 1 Vitória.

O gol pareceu acordar os donos da casa, que na reta final do jogo transformou o triunfo em goleada. Aos 39, após cruzamento na área, Ramon escorregou e a bola sobrou para Fernando Miguel, que não teve dificuldades para tirar de Fernando Miguel: Santa 3 a 1.

Aos 41, Keno avançou com liberdade e já de cara para o gol foi derrubado por José Welison. Pênalti, que o mesmo Keno cobrou para decretar: Santa 4 a 1.

Na próxima rodada, o Vitória recebe o Corinthians em Salvador, enquanto o Santa vai ao Rio de Janeiro pegar o Fluminense.

FICHA TÉCNICA
Santa Cruz 4 x 1 Vitória
Campeonato Brasileiro – 1ª rodada
Local: Arruda, às 11h
Arbitragem: Pablo dos Santos Alves (PB), assistido por Fabio Ferreira (TO) e Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL).
Gols: Grafite, duas vezes, Fernando Gabriel e Keno (Santa Cruz); Kieza (Vitória).

Santa Cruz: Tiago Cardoso, Vítor, Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Wellington Cézar, Uillian Correia e Fernando Gabriel; Arthur (Wallyson), Keno e Grafite. Técnico: Milton Mendes.

Vitória: Fernando Miguel, José Welison, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Marcelo (Alípio), Tiago Real e Leandro Domingues (Willian Henrique); Vander (David) e Kieza. Técnico: Vagner Mancini.

Do Galáticos online