Indústria baiana é a que mais perdeu participação no PIB estadual

indA indústria baiana apresentou redução de 27,1% para 20,5% em sua contribuição para o Produto Interno Bruto (PIB) estadual entre os anos de 2010 e 2013.

Segundo dados divulgados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), a queda de 6,6% é a maior entre todos estados brasileiros no período analisado. Os setores que mais influenciaram essa retração foram os de informática, eletrônicos e ópticos (-46,9%), veículos automotores (-32,9%) e metalurgia (-23,9%).

A queda da participação da indústria na economia foi sentida em 22 estados e no Distrito Federal. Apenas Amapá, Maranhão, Espírito Santo e Rio de Janeiro apresentaram crescimento no quesito. A segunda maior queda no período avaliado foi registrada no Amazonas (5,7%), Tocantins (4,3%) e São Paulo (3,5%).