Dilma cancela pronunciamento que faria em rede nacional nesta sexta-feira

001A presidente Dilma Rousseff cancelou o pronunciamento que faria em rede nacional, na noita desta sexta-feira (15/4). A informação é do próprio Palácio do Planalto.

A Secretaria de Comunicação do Governo havia planejado exibir o prununciamento na rádio e na TV às 20h20 desta sexta. A presidente ia pedir apoio contra o impeachment de seu mandato.

Hoje, o Solidariedade entrou com uma ação na Justiça contra a veiculação do pronunciamento em cadeia nacional. Segundo o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho (SP), pronunciamentos só podem ser convocados em situações de segurança nacional ou de utilidade pública.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“A presidente não pode fazer o pronunciamento para se defender. Com certeza ela falará que está sendo vitima de um golpe. Isso dividirá ainda mais o país, pois acirrará os ânimos”, disse Paulinho, afirmando que o partido pretende obrigar a presidente a reembolsar aos cofres públicos os gastos com a produção e veiculação do pronunciamento. *Com informações do Correio Braziliense