“Meu objetivo de vida não é ser presidente, é ver o Brasil melhor”, diz Marina Silva

Foto: reprodução/TV Globo
Foto: reprodução/TV Globo

Em entrevista ao “Programa do Jô” na noite desta segunda-feira (29), Marina Silva, à frente de todos os outros pré-candidatos à presidência da República, de acordo com a última pesquisa de intenção de voto, falou sobre o atual momento no Brasil e negou que esteja pronta para novamente disputar a presidência.

“Não é uma mentira branca nem mentira negra ou preta. É a mais profunda verdade e pago um preço muito alto quando digo que não sei se serei candidata. Meu objetivo de vida não é ser presidente, é ver o Brasil melhor”, disse. Ela ainda comentou que pensa na possibilidade de concorrer ao Planalto, mas que não quer “instrumentalizar” a crise.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“O mais importante é dar contribuição genuína. (…) Não fico ligada em pesquisa de opinião. É um registro de um momento. E é um momento muito delicado da vida do nosso país, com inflação, desemprego, juros altos e descrença nas lideranças políticas”, contou.

Questionada sobre a possibilidade de Dilma Rousseff (PT) deixar o poder para Michel Temer (PMDB), o vice-presidente, assumir o posto, Marina disse que os dois estão igualmente responsabilizados pela crise: “Os dois partidos (PT e PMDB) estão implicados igualmente”.

*Varela Notícias