Sérgio Moro não responde a reclamações sobre vazamento de áudio no CNJ

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ao Bahia Notícias, informou que, até as 12h20 minutos desta quinta-feira (17), ainda não havia sido protocolado nenhuma reclamação contra o juiz federal Sérgio Moro, sobre o vazamento dos áudios de conversas da presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula.

A reportagem do Bahia Notícias questionou ao órgão se já havia processos contra o magistrado e algum pedido de apuração de infração disciplinar sobre o ato. No sistema de busca processual do CNJ, Sérgio Moro é parte em seis processo, sendo dois pedidos de apuração de infração disciplinar e quatro de pedido de providências, sendo que três já foram arquivados.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Um pedido de apuração de infração foi distribuído nesta quinta-feira, mas o teor da reclamação ainda não esta disponível no sistema. Um pedido de providências foi distribuído na última quinta-feira (10). No último dia 23 de fevereiro, um pedido de providências contra Moro foi arquivado pelo CNJ.