Odebrecht pagou metade da reforma no sítio de Atibaia, diz Folha

16028441
Foto: Jefferson Coppola/Revista Veja

A reforma no sítio de Atibaia (SP), frequentado pelo ex-presidente Lula e sua família – foi bancada, em parte, pela Odebrecht. De acordo com a Folha, os trabalhos tiveram início no fim de 2010, quando Lula ainda era presidente.

Segundo a Folha, 15 funcionários da Odebrecht foram cedidos para a obra – inclusive Frederico Barbosa, que depois ficou conhecido nacionalmente pela direção do projeto do estádio do Corinthians, em São Paulo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em depoimento à força-tarefa da Lava Jato, o próprio Barbosa reconheceu o fato. Porém, nenhum dos envolvidos no caso admitiu até agora ter sido o responsável pelo pagamento de materiais de construção usados na propriedade.

Cerca de R$ 500 mil foram gastos só em itens de construção do sítio.