Justiça concede liminar que proíbe condução coercitiva de Lula e Marisa Letícia

portal30marisalulaO TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) concedeu liminar que proíbe a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), de sua mulher, Marisa Letícia, e do filho mais velho do casal, Fábio Luiz, o Lulinha.

Os três chegaram a ser intimados a prestar depoimento ao Ministério Público nesta quinta-feira (03) na investigação sobre um triplex em Guarujá (SP). Há a suspeita de que o ex-presidente tenha ocultado ser o dono do imóvel.

O habeas corpus preventivo concedido pelo desembargador Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior, da 10ª Câmara de Direito Criminal, foi impetrado pela defesa do petista no início da semana. Na noite de segunda-feira (29), o Instituto Lula divulgou uma nota afirmando que o ex-presidente e sua mulher não compareceriam ao depoimento.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Além disso, o Ministério Público de São Paulo afirmou, na tarde de terça-feira (01), que o promotor de Justiça Cássio Conserino não fará novas intimações a Lula e Marisa.

O Sul

X