Alagoinhas não deve passar de 85 mil eleitores recadastrados

recadastramento-biometricoA cidade de Alagoinhas vai ter uma eleição com menos de 85 mil eleitores. É o que prevê o pessoal do Tribunal Regional Eleitoral. Segundo Juanil Santos, chefe do Cartório Eleitoral da Zona Eleitoral 164º, até a tarde de hoje (19), o processo de recadastramento biométrico, iniciado em 2015, havia cadastrado apenas 72% do eleitorado, o que equivale a 79 mil eleitores.

Na tarde de hoje o movimento estava tranquilo e quem foi ao Fórum Eleitoral na parte da tarde ainda encontrou senha. Depois das 15h o sistema caiu e até às 17h não havia retornado, dificultando ainda mais o processo.

A previsão para o quadro eleitoral em Alagoinhas é saltar de 103 mil para 110 mil eleitores. Restando apenas dez dias para o encerramento do processo de recadastramento biométrico, a previsão é que pouco mais de 5 mil eleitores sejam atendidos. “Vou me recadastrar, mas vou votar em branco, não acredito mais em político”, disse um vigilante no local.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O sentimento de ojeriza contra a classe política vem aumentando cada vez mais. As dificuldades, o tempo perdido e a obrigatoriedade do voto só fazem piorar o humor de quem deveria comparecer às urnas. Sem falar nas crises políticas e econômicas. Com mais de 20 mil desempregados, Alagoinhas deve dar uma resposta ruim ao processo eleitoral.

Com esse sentimento, Alagoinhas deve ficar acima de 28% de não votantes, o que já reduziria o número de votantes para 60 mil. Tirando brancos, nulos e anulados esse percentual deve ganhar mais 15%.

Com esses números, calcula-se que pouco mais de 45 a 50 mil eleitores deverão legitimar seus votos em 2 de outubro próximo. Isso vai fazer diminuir bastante o coeficiente eleitoral, facilitando aos partidos que se coligarem.

Com informações do Gazeta