Prefeitura autoriza estudos para abertura de licitação de transporte público coletivo

12688371_854799557962405_6369188261617176965_nNa manhã dessa quinta-feira, 18, o prefeito Paulo Cezar esteve reunido com representantes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), da Secretaria de Infraestrutura e Planejamento Urbano (SECIN) e o engenheiro, especialista em mobilidade, André Fialho. Na oportunidade, o chefe do executivo autorizou a atualização dos estudos e montagem da viabilidade técnica para abertura de licitação de transporte público coletivo.

A ideia é que, ainda esse ano, essa licitação seja aberta para que as empresas de transporte público coletivo possam concorrer. “Essa é uma de nossas prioridades. Alagoinhas é uma cidade que cresce diariamente e o transporte público tem que acompanhar esse desenvolvimento. Estamos nos empenhando ao máximo para que toda a frota seja renovada, ampliada e proporcione segurança e conforto aos usuários”, disse o prefeito Paulo Cezar.

Toda cidade com mais de 20 mil habitantes deve possuir um plano de mobilidade urbana. Esse processo é feito através da participação popular. “É fundamental ter um plano de trabalho. Precisamos ter um planejamento geral dando prioridades aos transportes, pedestres, ciclovias, etc. Esse planejamento é progressivo. Alagoinhas é uma cidade que cresceu muito nos últimos anos. O transporte coletivo é um dos itens mais críticos. A cidade está em plena explosão, com novos empreendimentos imobiliários, avenidas, ruas e infraestrutura. O transporte coletivo tem que acompanhar esse crescimento, precisa oferecer um serviço mais confiável, com horário, linhas, conforto e segurança. Os nossos estudos vão colaborar para esse avanço”, ressaltou o engenheiro André Fialho.

Ainda segundo ele, já existe um plano de mobilidade em andamento que necessita ser atualizado e colocado dentro da nova ótica de crescimento, desenvolvimento e abrangência da cidade.

Já o superintende da SMTT, Anderson Baqueiro, ressaltou a importância de se pensar o transporte público como um macroprojeto de mobilidade. “Temos em andamento a construção do terminal de vans, a modernização do transporte alternativo, mas temos que nos empenhar em proporcionar um transporte público de qualidade. Uma prévia dos estudos aponta a necessidade de ampliação e renovação da frota, novas linhas e aumento na quantidade de veículos. Esses estudos vão nos ajudar a nortear esse importante item da administração”, concluiu. O objetivo é que até a metade deste ano a licitação seja aberta.

Informações da Secom